Efeitos do Ângulo da Demonstração em Manobras de Cordas no Canyoning

David Luís Sarmento, António Brandão, Joel Pereira, Nelson Cunha, Filipe Manuel Clemente

Resumo


Em modalidades como o canyoning, que envolvem risco, maioritariamente devido a fatores humanos, é fundamental melhorar o processo ensino e aprendizagem ao nível das componentes técnicas da modalidade. A demonstração das tarefas é uma estratégia instrucional vital para a apresentação de uma nova tarefa, aumentando dessa forma a qualidade do processo de instrução. Desta forma, o objetivo foi comparar praticantes de canyoning novatos e experientes na qualidade e tempo de execução de manobras de cordas demonstradas em diferentes ângulos. Adicionalmente, procurou‑se testar as associações existentes entre a qualidade e tempo de execução. Participaram no estudo 28 praticantes, sendo 17 deles iniciantes (< de 3 anos de experiência) e 11 praticantes (≥ de 3 anos de experiência) da modalidade de canyoning, com idades médias de 27,5±7,89 anos. De forma a avaliar a qualidade e tempo de execução técnica utilizou‑se o Canyoning Assessment Tool. Constituíram‑se três grupos experimentais sujeitos a demonstração de quatro manobras com cordas (demonstração frontal, sagital e na visualização do indivíduo) e um grupo de controlo. Os resultados indicam que não existiram diferenças significativas entre as várias perspetivas de demonstração e os anos de experiência. Ao contrário da avaliação entre manobras, existiram diferenças entre a Corrimão Recuperável Sem Pontos Intermédio relativamente às manobras Colocação Descensor na Corda e Montagem Rapel Oito Batente. Podemos concluir que as manobras menos complexas apresentaram melhores resultados quanto à qualidade e velocidade na execução. Verificou‑se ainda, que o score final foi influenciado linearmente pelo tempo de execução com uma ponderação superior comparativamente à execução técnica.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c) 2021 Boletim Sociedade Portuguesa de Educação Física

BOLETIM SPEF é uma publicação da Sociedade Portuguesa de Educação Física | eISSN: 2184-1594